Professor do IHAC convida para lançamento de livro sobre a Teoria Antropológica do Didático

Professor do IHAC convida para lançamento de livro sobre a Teoria Antropológica do Didático

 

Acontece no dia 22 de dezembro de 2018, das 17 às 21 horas, no Espaço Itaú de Cinema Glauber Rocha, o lançamento do livro A Teoria Antropológica do Didático: princípios e fundamentos. A realização da obra contou com a participação de vários pensadores da área, entre eles o professor do IHAC Luiz Márcio Santos Farias.

Este livro situa-se na Didática das disciplinas, mais especificamente, na Didática da Matemática desenvolvida atualmente em diversos países. A Didática da Matemática é entendida como a ciência da difusão de conhecimentos e práticas em um grupo humano – uma classe escolar, na sociedade, em uma instituição, etc. Neste livro, discutem-se constructos teóricos e usos da Teoria Antropológica do Didático (TAD) desenvolvida por Yves Chevallard (1999). Essa teoria é uma das contribuições importantes para a Didática das Ciências e para a Matemática, pois além de ser uma evolução da Teoria da Transposição Didática, insere a Didática no campo da Antropologia. Ela focaliza o estudo das organizações praxeológicas e didáticas pensadas para o ensino e a aprendizagem de organizações matemáticas. A TAD ocupa hoje uma posição decisiva na investigação em Didática e em outras áreas de conhecimentos. Desde a sua criação, já foram organizados vários congressos internacionais sobre esta teoria. No Brasil, vários pesquisadores em Educação e Educação Matemática desenvolvem as suas pesquisas apoiando-se na TAD, mas seus resultados nem sempre são divulgados de forma a ter maior alcance. Além disso, nem sempre os estudiosos têm acesso aos textos teóricos sobre a TAD em língua portuguesa. Neste contexto, o objetivo deste livro é discutir resultados e avanços da TAD, dos pontos de vista teórico e prático, relativos ao ensino e a formação de professores. Para isso, a obra A Teoria Antropológica do Didático: Princípios e Fundamentos conta com a participação de Yves Chevallard, Joseph Gascón, Yves Matheron, Hamid Chaachoua, Annie Bessot, Michèle Artaud, Luiz Márcio Santos Farias, Edmo Fernandes Carvalho, Eliane Santana de Souza, Catarina Lucas, Cecilio Fonseca, J. M. Casas, Cleusiane Vieira Silva, Saddo Ag Almouloud, Berta Barquero, Marianna Bosch, Alain Bronner, Tomás Ángel Sierra Delgado, Renato Borges Guerra, Denivaldo Pantoja da Silva, Danielly Kaspary, Marilena Bittar, Marcelo Câmara dos Santos, Marcus Bessa de Menezes, Afonso Henriques, José Carlos de Souza Pereira, José Messildo Viana Nunes, José Augusto, Marlene Alves Dias, Valdir Bezerra dos Santos Júnior e Paula Moreira Baltar Bellemain

Deixe uma resposta