Professor do IHAC assina roteiro na série “Guerras do Brasil” da Netflix

Professor do IHAC assina roteiro na série “Guerras do Brasil” da Netflix

Professor Felipe Milanez assina roteiro em série sobre “Guerras do Brasil” na Netflix.

 

Pesquisador e professor do Instituto de Humanidades, Artes e Ciências Professor Milton Santos (IHAC/UFBA) e do Programa Multidisciplinar de Pós-Graduação em Cultura e Sociedade (Pós-Cultura), Felipe Milanez assina, juntamente com o documentarista Luiz Bolognesi, o roteiro do primeiro episódio da série documental Guerras do Brasil.Doc, que estreou no mês de junho desse ano no serviço de streaming Netflix.

“As Guerras da Conquista”, título escolhido para o episódio, mostra, segundo a sinopse, como as guerras geradas pela invasão e colonização do Brasil há mais de 500 anos ainda seguem vivas nos dias atuais. Como as relações entre europeus que aqui chegaram a partir de 1500 e os povos indígenas, que já habitavam estas terras há milhares de anos, reverberam ainda em conflitos dos dias de hoje e que ocorrem, inclusive, neste momento. Participam como entrevistados o líder indígena, escritor e ambientalista Ailton Krenak, os antropólogos Carlos Fausto e João Pacheco de Oliveira, o historiador Pedro Luis Puntoni e a líder indígena Sônia Guajajara.

A série conta com cinco episódios ao todo, cada um com duração de aproximadamente 26 minutos.

Perfil

“Professor adjunto no Instituto de Humanidades, Artes e Ciências Professor Milton Santos (IHAC), da Universidade Federal da Bahia. Professor permanente no Programa Multidisciplinar de Pós-graduação em Cultura e Sociedade (Poscultura), no IHAC, e colaborador do Mestrado Profissional em História da África, da Diáspora e dos Povos Indígenas, no Centro de Artes, Humanidades e Letras (CAHL/UFRB). Foi professor adjunto de “descolonização do conhecimento: universidade, sociedade e ambiente” na UFRB entre 2015-2018. Doutor em Sociologia pelo Centro de Estudos Sociais (CES) da Universidade de Coimbra, Portugal. Foi pesquisador no CES com a bolsa Marie Curie Fellow Researcher (Initial Training Network – FP7) pelo programa de Ecologia Política – European Network of Political Ecology (Entitle), e pesquisador visitante na School of Environment, Education and Development da Universidade de Manchester, Inglaterra (2013), e no Museu Paraense Emílio Goeldi, em Belém (2014). É líder do Grupo de Pesquisas em Ecologia Política: Ambientes Indisciplinados e Outras (R)existências; membro do Grupo de Trabalho Ecologia Política Desde América Latina Abya Yala, no CLACSO. Os atuais trabalhos de pesquisas têm por tema principal o paradigma da ecologia política, com foco nas alternativas ao desenvolvimento, conflitos ecológicos, epistemologias decoloniais e os comuns”. (Texto: http://lattes.cnpq.br/7864564954901404).