O curso de Mestrado é um curso de natureza acadêmica e tem por objetivo iniciar a formação de seus alunos nas atividades de pesquisa e docência. O Programa oferece até 30 vagas anuais para o curso de Mestrado na área de concentração em Cultura e Sociedade, distribuídas em 03 Linhas de Pesquisa. O aluno precisa cursar 24 créditos distribuídos dos quais 16 são de disciplinas obrigatórias e 8 são de optativas. Também faz parte da formação do aluno o seu envolvimento com atividades de docência junto a Curso de Graduação. As disciplinas são oferecidas apenas no período vespertino e não há aulas aos sábados. É possível aproveitar créditos de disciplinas de outros programas stricto-sensu reconhecidos pela CAPES. O Mestrado exige o desenvolvimento de uma Dissertação cujo projeto é submetido a um Exame de Qualificação. A Dissertação consiste num trabalho supervisionado que é defendida perante banca constituída pelo professor orientador mais dois membros (um interno e um externo). O prazo para a defesa da dissertação é de 24 meses.

O curso de Doutorado é um curso de natureza acadêmica e tem por objetivo dar continuidade na formação de seus alunos nas atividades de pesquisa e docência. O Programa oferece até 15 vagas anuais para o curso de Doutorado na área de concentração em Cultura e Sociedade, distribuídas em 03 Linhas de Pesquisa. O aluno precisa cursar 28 créditos distribuídos dos quais 16 são de disciplinas obrigatórias e 12 são de optativas. Também faz parte da formação do aluno o seu envolvimento com atividades de docência junto a Curso de Graduação. As disciplinas são oferecidas apenas no período vespertino e não há aulas aos sábados. É possível aproveitar créditos de disciplinas de outros programas stricto-sensu reconhecidos pela CAPES. O Doutorado exige o desenvolvimento de uma Tese cujo projeto é submetido a um exame de qualificação. A tese consiste num trabalho supervisionado que é defendida perante banca constituída pelo professor orientador mais quatro membros (dois internos e dois externos). O prazo para a defesa da tese é de 48 meses.

ÁREA DE CONCENTRAÇÃO: CULTURA E SOCIEDADE

A área de concentração em “Cultura e Sociedade” compreende os mais diversos tipos de pesquisa sobre expressões, práticas ou instituições culturais que levem em conta os contextos sociais de sua emergência, afirmação e desenvolvimento. Abrange tanto os estudos desenvolvidos segundo uma perspectiva histórica quanto as investigações atentas às tendências características da atualidade e abarca tanto a descrição e a análise de movimentos, formas e eventos culturais inscritos nos quadros hegemônicos da cultura, quanto o estudo daqueles processos e produtos que se definem por uma dinâmica de experimentação ou contestação.

LINHAS DE PESQUISA

Estudo teórico-prático da cultura e da arte como manifestações de linguagem. Cultura, Arte e Memória: cruzamento entre o clássico, o popular e o contemporâneo. Cultura e o diálogo interartes. Processos de criação artística em seu circuito de produção/recepção de sentidos.

Agrega e estimula os estudos voltados à compreensão das complexas relações entre cultura, sociedade e desenvolvimento. Busca-se investigar as múltiplas conexões entre desenvolvimento da sociedade e cultura, bem como a cultura como elemento essencial para o desenvolvimento. Através da inscrição contextual da cultura, esta linha acolhe estudos acerca dos ideários, formulações, valores, políticas, instituições, gestão, financiamento, preservação, disseminação, divulgação e consumo envolvidos na interação cultura e desenvolvimento.

Reúne estudos sobre as formas sociais de afirmação identitária, bem como estudos sobre as formas estereotipadas de representação da identidade, tendo em vista seus aspectos simbólicos, imaginários ou ideológicos. Nela serão acolhidos projetos voltados à descrição e análise de construções discursivas e imagéticas relacionadas a critérios como gênero, atividade, nacionalidade, regionalidade, etnicidade ou religiosidade.