Fórum de Arte INTERVALO promove palestra sobre investigação e curadoria em Angola

Fórum de Arte INTERVALO promove palestra sobre investigação e curadoria em Angola

 

O Fórum de Arte INTERVALO do Programa de Pós-Graduação em Artes Visuais da Escola de Belas Artes da UFBA convida para a palestra “Investigação e curadoria de arte moderna e contemporânea em Angola” de Nadine Siegert e André Cunha, que ocorrerá às 17h30 do dia 26 de fevereiro, terça-feira, no Salão Nobre da Escola de Belas Artes – UFBA.

Na palestra, Nadine Siegert e André Cunha apresentarão pontos de vista sobre a história da arte moderna e contemporânea em Angola desde a independência em 1975, assim como diferentes abordagens metodológicas de pesquisa. Eles abordarão alguns projetos curatoriais recentes, como “Fuckin Globo” e discutirão questões sobre a possibilidade de descolonização na prática curatorial.

Drª. Nadine Siegert é cientista, curadora e editora com foco nas artes modernas e contemporâneas do Sul Global. Atualmente é vice-diretora do Iwalewahaus da Universidade de Bayreuth. Ela coordena o projeto de pesquisa “História da Arte Africana e Formação de uma Estética Modernista” desde 2016. Desde 2018 ela trabalha junto com o Dr. Katharina Fink na editora Iwalewabooks.

André Cunha é curador freelancer angolano. Ele estudou em Lisboa e trabalhou durante vários anos em Angola e Portugal. Entre outras coisas, curou projetos no Hangar, em Lisboa, e fez parte do projeto “Fucking Globo”, em Luanda.

Juntamente com o artista angolano António Ole, Nadine Siegert e André Cunha iniciaram a “Trilogia de Carnaval“, que documenta os carnavais em Angola, nos EUA e no Brasil. O projeto foi selecionado pelo Fundo Ecoes do Goethe Institut.

Assistente em Administração