Bacharel em Saúde pelo IHAC integra equipe que ficou em segundo lugar no hackathon da Nasa em Salvador

Bacharel em Saúde pelo IHAC integra equipe que ficou em segundo lugar no hackathon da Nasa em Salvador

Clara Fernandez, Bacharel em Saúde pelo IHAC e estudante de Biotecnologia, integra a equipe que ficou em segundo lugar no hackathon da Nasa em Salvador. A equipe Hypatia perseguiu a missão de acabar com a desigualdade presente na alimentação das pessoas, com a proposta de desenvolver batatas transgênicas, de fácil cultivo, contendo o gene de produção da vitamina B-12, componente encontrado exclusivamente em produtos de origem animal, menos consumidos pelas pessoas mais pobres.

Todo formado por mulheres, além de Clara Fernandez, participam do grupo Beatriz Mota, Técnica em Mecânica de Precisão e estudante de Engenharia Mecânica; Michelle Villafuerte, Designer; Ananda Savitri, Designer; Talia Silva de Oliveira, Técnica em Biotecnologia; e Daniela Méria Ramos Rodrigues, Graduanda de Biotecnologia.

A nossa proposta é resolver a desigualdade na alimentação e nutrição no mundo. A gente propôs criar um “transgênico do bem”: uma batata com o gene pra produção da vitamina B12 (que é exclusiva das carnes). A ideia vem do desmatamento extensivo pra criação de pasto, do alto custo das carnes, da falta de disponibilidade do alimento nos países subdesenvolvidos – que produz uma desigualdade sem tamanho no continente africano, América latina e índia e inclusive leva a morte. [Clara Fernandez, Equipe Hypatia]

Clara Fernandez, Bacharel em Saúde pelo IHAC e estudante de Biotecnologia. Durante sua passagem pelo IHAC foi bolsista PIBIC em projeto coordenado pela professora Renata Veras.

As duas equipes vencedoras vão representar a capital baiana na etapa mundial e compartilham o fato de serem formadas exclusivamente por mulheres. A equipe “HER”, que ficou em primeiro lugar, desenvolveu um sistema independente, capaz de captar água da atmosfera e devolvê-la ao solo em forma de chuva artificial, com o intuito de evitar incêndios.

Sobre o Nasa Space Apps Challenge
O Nasa Space Apps Challenge é promovido pela incubadora da NASA e é a maior maratona de programação (hackathon) do mundo. O hackathon da Nasa é uma competição onde equipes de 3 a 6 pessoas precisam apresentar propostas de soluções para questões globais apresentadas pela agência espacial americana. Por causa da pandemia do novo coronavírus, a competição desse ano foi totalmente virtual. O evento é realizado ao mesmo tempo em diversas cidades e países e este ano aconteceu de 2 a 4 de outubro.
Site oficial da edição local do evento: https://spaceappssalvador.com/

Texto elaborado com informações recebidas da professora Renata Veras (IHAC) e da matéria que tratou deste assunto no site de notícias G1 (clique aqui para acessá-la).

Deixe uma resposta